Livros dos 3 anos em diante

LIVROS DOS 3 ANOS EM DIANTE

Qualquer um dos livros aqui apresentados requer uma leitura e uma apreciação pessoal. Cabe a cada um, conhecedor das crianças ou dos adultos com quem quer partilhar o livro, sentir e aprofundar a sua escolha.   “Dos 3 anos em diante” é uma expressão que acorda o lado evocativo de um bom livro provocador do pensamento das crianças e adultos.

figossfwfigos_1_sfw

“OS FIGOS SÃO PARA QUEM PASSA”
João Gomes Abreu e Bernardo carvalho (il); Planeta Tangerina; 2016

Os figos são para quem passa, tal como as oportunidades e os objetivos pelos quais esperamos e nos sentimos desafiados. Passamos pelos caminhos que criamos e que nos disponibilizamos para desejar e descobrir. Se sentirmos apetite, desejo pela descoberta, tranquilidade suficiente para aguardar pelo amadurecimento da oportunidade, se fantasiarmos à volta do paladar e do regozijo do encontro com o que desejamos, preenchemos a espera e adaptamos estratégias. Dar lugar à espera, às frustrações, também  é dar lugar ao sonho, à imaginação, à resiliência e ao prazer do sentimento de competência e conquista.  Já agora, “bons figos” para 2017!

estava-pensar-capa-final

“ESTAVA A PENSAR”
Sandol Stoddard e Ivan Chermayeff (il); Bruaá; 2014


As crianças viajam simbolicamente de forma incessante. Por vezes as nossas chamadas de atenção rompem o seu imaginário fértil onde os sentidos comandam os voos e a forma poética como sentem cada pormenor da vida. Aprendamos com esta capacidade de parar, de sentir cada momento e de os colocar em diálogo com memórias e vivências.

É tão importante dar lugar à palavra da criança, dar-lhe espaço para dizer o que pensou, o que estava a fazer, porque fez aquela opção ou aquele comentário. Vamos certamente surpreender-nos e aprender com elas.

capa-do-herbertosfwherberto3sfw

“HERBERTO”
Lara Hawthorne; Bruaá; 2014

As ilustrações em dupla página permitem ter uma dimensão espacial da criação da natureza. Por vezes o solo transforma-se em mundo, globo criativo, repleto de seres animais e vegetais prontos a criar em harmonia. O que criamos tem uma dimensão de influencia e de interação muito mais lata do que possamos imaginar, todas as criações são produtivas, tudo depende do olhar que fazemos sobre elas. O rasto luminoso de Herberto faz-me pensar que o que criamos nasce no espelho do outro mas, acima de tudo, dentro de nós. É tão
importante a valorização do que trazemos por dentro, do que somos capazes de
produzir e criar.

 

Beaver-bookSFW

“The Little Beaver and The Echo”
Amy MacDonald, Sarah Fox-Davies; Walker Books, 1993

O que fazemos ecoar na nossa vida? Afinal de contas o que procuramos? Os ecos espelham o nosso interior, as nossas necessidades. O que vemos e ouvimos tem também a ver com o que sentimos, e isso faz com que façamos um determinado caminho.  É importante que estejamos atentos aos ecos, às devoluções que a vida nos dá.. é importante fazer caminho e acolher, por dentro, as descobertas.