Ouvir o Falar das Letras

atelier-ouvir-falar-letras-infancia-desenvolvimento-livro-ana-mourato

OUVIR O FALAR DAS LETRAS

OBJETIVOS

– Promover a exploração do livro enquanto recurso criativo do pensamento, mediador entre as vivências e emoções e a sua livre projeção, associada à capacidade de expressão.

– Mobilizar a criatividade, a fantasia e o pensamento, através de dinâmicas de grupo e de livre expressão (corporal, plástica, emocional) facilitando a comunicação interpessoal; a empatia, a capacidade de autorregular emoções, de as conhecer e interpretar;

– Estimular o autoconhecimento, através da simbologia da narrativa, desenvolvendo competências pessoais e sociais, reforçando a autoestima, o saber ser, saber fazer, saber estar;

– Facilita as relações intra e interpessoais permitindo o desenvolvimento do sentido de responsabilidade, do respeito pela diferença, potenciando a comunicação assertiva, a gestão de conflitos, a resiliência e a capacidade de negociação.

Os ateliers de OFL pretendem ser um espaço onde se ouve, sente, cria, onde se pensa sobre as emoções que surgiram e sobre aquilo que se criou.

DINÂMICA:

– O relaxamento;

– O conto – leitura criativa e expressiva do conto;

– A expressão e reflexão  – momento da expressão pela arte, o fluir da imaginação, o cruzar do seu próprio interior com o interior do livro, são propostas realizadas no desenrolar das ações. Termina então numa reflexão livre com experiências emocionais e afetivas que serão soltas através do diálogo e do espaço dado a cada um para se expressar.

TEMÁTICAS:

Os contos explorados têm, como já foi referido, um conteúdo rico, envolvendo emoções e valores, nem sempre fáceis de abordar no quotidiano. São escolhidas em função do momento do grupo e dos desafios desenvolvimentais que hipotetizamos que as crianças vivem neste momento do seu crescimento.

Exemplo de algumas das temáticas trabalhadas nos ateliers: a importância da amizade, o respeito por si e pelo outro, como se guardam pessoas no pensamento, os medos (da perda, de não ser amado, do escuro, de animais), o valor de cada um, a importância de nos zangarmos e de fazermos algo de construtivo com as nossas zangas, a inveja, o lugar dos irmãos, a beleza interna, a ida para a escola, as separações, etc.